Notícias Fecomercio

23 de agosto de 2018

Empregadores encontram desafios para cumprir Lei de Cotas


Banco de currículos confiável e dificuldade em estabelecer vagas exclusivas para pessoas com deficiência estão entre os obstáculos no recrutamento e seleção de PCDs

As empresas brasileiras enfrentam desafios para cumprir a Lei de Cotas (Lei n.º 8.213 de 1991), que obriga o preenchimento de 2% a 5% das vagas para pessoas com algum tipo de deficiência em empresas com mais de cem funcionários. O estudo do i.Social confirma esse problema ao apontar que 85% dos contratantes têm dificuldade em encontrar candidatos com deficiência.

Entre os cinco principais obstáculos para o recrutamento e seleção desses profissionais, destacam-se a baixa qualificação dos profissionais com deficiência (19%), a falta de acessibilidade na empresa (15%) e a resistência dos gestores (14%). Também foram apontados como problemas a falta de banco de currículos confiável (14%) e a dificuldade em estabelecer vagas exclusivas para pessoas com deficiência (11%).

Para a assessoria jurídica da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) o cumprimento da Lei de Cotas não significa que a empresa deve fazer as vezes do Estado, pelo contrário, suas atuações vão muito além disso, pois se trata de uma ação cidadã que permite valorizar habilidades, além de representar um marco regulatório das garantias constitucionais e para contratação direta de pessoa com deficiência que tenha condições de ser produtiva e auxiliar a empresa a atingir suas metas e a crescer. Confira a matéria completa aqui.

 

Voltar para Notícias